, ,

Resistência à insulina, o que é e porque acontece.

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas responsável pela redução da glicemia, ao promover a entrada de glicose nas células.

Pequenas quantidades desse hormônio são secretados após cada refeição. Ele permite o transporte de glicose para dentro das células do corpo, onde ela é muito necessária para a produção de energia.

A resistência à insulina é uma diminuição da resposta da célula a esse hormônio, especialmente as células musculares e adiposas (gordura).

Como a célula precisa de glicose para sobreviver, o organismo compensa produzindo quantidade adicionais desse hormônio. Isso resulta em um excesso de insulina no sangue.

Com o tempo esse processo provoca um desequilíbrio na relação entre glicose e insulina, trazendo efeitos nocivos para o corpo como por exemplo:
🔸 Aumento dos níveis de triglicerídeos,
🔸 Aumento do colesterol LDL (Ruim), e diminuição do colesterol HDL (Bom),
🔸 Aumenta o risco de coágulos,
🔸 Alterações inflamatórias,
🔸 Retenção de sódio no corpo,
🔸 Hipertensão arterial.

Sabe-se que a genética tem uma contribuição importante para o desenvolvimento da resistência à insulina, no entanto, certos hábitos de vida também contribuem para que ela apareça, são eles:
🔸 Sedentarismo,
🔸 Obesidade.

A perda de peso associada à prática de exercícios físicos podem ajudar a reverter a resistência à insulina.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *